Fortaleza Pré-Carnaval 2024 : Ciclo Carnavalesco ocorre de forma simultânea em 10 polos

Fortaleza Pré-Carnaval 2024 : Ciclo Carnavalesco ocorre de forma simultânea em 10 polos

Os foliões podem se divertir nos oito polos já tradicionais da Cidade: Praça do Ferreira, Mercado dos Pinhões (Praça Visconde de Pelotas), Mocinha (Rua Padre Climério com Rua João Cordeiro), Aterrinho da Praia de Iracema, Passeio Público, Parque Rachel de Queiroz, Raimundo dos Queijos e Benfica (Praça João Gentil).


Ciclo Carnavalesco de Fortaleza engloba o Pré-Carnaval, que acontece até o dia 04 de fevereiro, e o Carnaval, dos dias 10 a 13 de fevereiro

As apresentações do bloco Luxo da Aldeia e dos tambores do Olodum, marcaram o inicio da folia do Ciclo Carnavalesco 2024 em Fortaleza, que segue com programação até o dia 13 de fevereiro.

Tiago Porto, percussionista e organizador do Luxo da Aldeia, declarou que o repertório escolhido pelo bloco este ano foi moldado tendo o objetivo sintetizar a carreira de Fausto, trazendo como tema ‘80 carnavais’, em alusão ao aniversário do homenageado.

“É um grande compositor que faz parte da história do Luxo da Aldeia. Nosso repertório se montou tendo as músicas de Fausto Nilo como principais, verdadeiros guias. É um momento de celebrar esse compositor que tem uma importância não só para o Ceará e Nordeste, mas para todo o Brasil por conta de suas colaborações com grandes artistas”, destacou.

Fausto Nilo, que compareceu à abertura do Ciclo Carnavalesco na Praça do Ferreira, equipamento histórico de Fortaleza redesenhado por suas mãos no início da década de 1990, comentou com modéstia a homenagem. Para o compositor e arquiteto de Quixeramobim, o legado de fruição auditiva de suas composições e estar vivo, aos 80 anos, para ouvi-las sair da garganta das novas gerações são o verdadeiro presente.

“Diferente dos de agora, em que a maioria vai conseguir chegar a 80 anos, vou fazê-los em abril. É natural, então, esse gesto de homenagem. Claro que eu dou importância a isso, mas o mais importante é saber que essas músicas, feitas com tantos bons parceiros que fiz ao longo da minha vida, até hoje têm um uso auditivo e sensível por parte da população. É isso, bem simples”, contou Nilo.

“A maioria são músicas com mais de 30 ou 40 anos. A gente muda com a idade, você continua a fazer letras e mantendo o estilo, mas descobrindo aquilo que é coerente com a experiência. O desafio é esse, mas o que foi feito já foi bom demais. Estou aqui também para marcar a iniciativa da Secretaria de Cultura (Secultfor) e para prestigiar esses garotos que, desde o começo, na formação do Luxo da Aldeia, adoram meu repertório”, concluiu o compositor.

“Conheço o Fausto de longa data e ele não é chegado a grandes solenidades. Mas, conversando com ele, o Fausto aceitou a nossa singela homenagem. Fausto Nilo faz parte dos grandes compositores do Brasil, ao lado de nomes como Tom Jobim, Vinicius de Moraes, Caetano Veloso, Gil e Chico Buarque. Além da colaboração musical, Fausto, que é do Quixeramobim, emprestou sua assinatura para Fortaleza em diversas obras como aqui na Praça do Ferreira e no Dragão do Mar. É uma personalidade que nos enche de orgulho e a nova geração precisa guardar na memória tudo o que ele construiu ao longo desses 80 anos”, celebrou Elpídio Nogueira, titular da Secultfor.

O titular da Secultfor também demarcou que o Ciclo Carnavalesco é importante tanto para a cultura quanto para a economia de Fortaleza. “Para nós de Fortaleza, essa abertura possui vários significados. É a consolidação do pré-Carnaval aqui, com um volume tão grande de pessoas. É um grande Ciclo Carnavalesco que movimenta e orgulha a cidade como todos os dez polos de diversão”, concluiu Elpídio. Ainda de acordo com o secretário, os festejos podem movimentar R$ 1 bilhão na economia da capital.

Ana Carolina Barbosa é fortalezense, mas mora em Brasília. A advogada, que voltou para passar uns dias na cidade natal, amou a programação de pré-carnaval e contou sobre a conexão afetiva com a capital do Ceará. “Eu estou super empolgada. Estou aqui de férias, e não vou estar no Carnaval. Então, quero aproveitar ao máximo a cidade com o circuito do Pré aqui da Praça do Ferreira, no Aterrinho e na Beira-Mar. E a expectativa tá altíssima, vou até levar minha filha para curtir no domingo”, gargalhou.

Já Aída Ferreira foi não apenas pular Carnaval, mas comemorar o próprio aniversário na Praça do Ferreira. “Eu acho que a Prefeitura vem promovendo várias atrações legais desde o Réveillon. O Pré-Carnaval promete ser muito interessante, pois já começa com o Olodum. Não é à toa que eu quis passar meu aniversário aqui, não tinha como deixar de vir. E, sim, eu volto para os outros dias”, comemorou a foliã.

O administrador Leonardo Melo também celebrou a abertura do Ciclo Carnavalesco e, principalmente, por ser na Praça do Ferreira. “Eu sou um folião muito ativo e estou adorando a abertura do Carnaval. E, assim, é sempre bom ver iniciativas assim feitas nos espaços públicos, mostrando que devemos usar a cidade”.

Ao final da noite, a festa cearense abriu o apetite para outros temperos. O batuque potente e deslumbrante do Olodum engrossou o caldo e trouxe um sabor forte cantado junto com toda a multidão. O coletivo de tambores fez trovejar com os clássicos Me Leva, Faraó (Divindade do Egito), Várias Queixas e Vem Meu Amor.

“A expectativa é a melhor possível. Trazer a energia dos nossos tambores para Fortaleza e também nos recarregar com essa energia do Ceará. Por onde a gente passa, nós deixamos um pouco e trazemos também um pouco”. “Os cearenses recebem nossa cultura da Bahia com muito calor, principalmente nossa música. Então vamos fazer um show com muita alegria e muito amor, sempre pregando a paz. A paz é o centro dos nossos tambores, das nossas indumentárias. Fortaleza merece um espetáculo desse “, celebraram Lucas de Flori e Bira Jackson, membros do Olodum.